Era apenas uma viagem, que se transformou em terapia.

0

Eu já havia viajado antes para fora do Brasil, apenas uma vez e foi para a Argentina, eu sei, logo ali… tinha ido com a família, ficado na casa do meu tio… tudo bem simples e familiar.

Dentro do Brasil, havia viajado para o nordeste, poucas vezes e sempre com um local ou aqueles pacotes de viagem, que buscam no hotel e devolvem no hotel no final do dia. Nunca tinha vivido a real experiência de turista, mapa na mão, sem hora para ir e voltar, sem saber onde vou comer, se vou de metrô ou de ônibus local. Isso que me faltava.

Em 2009 larguei tudo.

Embarquei em uma experiência fantástica para Brisbane, na Austrália. Uma mala, uma mochila, nada de inglês, um pouco de dinheiro e muita coragem.

Comecei a minha experiência ficando na casa de uma família de Australianos, o pai motorista de ônibus e a mãe professora aposentada e costureira, os filhos já não viviam mais com eles, na cultura Australiana os filhos saem de casa muito cedo, vão viver a vida deles a custas deles.

Ia para a escola de manhã e retornava no final da tarde. Jantávamos em família, onde os anfitriões estimulavam a conversa. No meu período lá tiveram outros estudantes. Eu tinha meu quarto e dividia o banheiro. O banho? 4 minutos. Confesso que no inicio foi difícil. Bem difícil. Somos mal acostumados. A alimentação eu não escolhia, comia o que era botado no meu prato. A família era muito carinhosa, se preocupavam se eu estava bem, se eu estava feliz. Tanto que mesmo depois que fui embora mantive contato com eles.

Por que 4 minutos? Tenho certeza que você se perguntou!
Os Australianos tem um cuidado e uma atenção muito grande com os problemas e preservação do meio ambiente. Passaram por sérios problemas de racionamento de água e esta foi a forma que acharam de prevenir. Algumas casa possuem uma ampulheta no banheiro para você não passar do tempo. 

Eles não matam aranhas e nem cobras, que são constante visitantes nos bairros fora do centro. Existe todo um cuidado e responsabilidade com a natureza.

As aulas de inglês foram muito úteis para o meu objetivo. Eu queria sair para o mundo, mas tinha que me comunicar. Dos 9 meses que fiquei lá, estudei por quase 7. Trabalhei. Viajei. Viajei muito.

A maioria dos lugares que eu conheci na Austrália na minha época de estudante eu fiz acompanhada de amigos. Apenas algumas day trips para a praia e a cidade de Sydney que eu fiz a sozinha. E foi incrível. Foi exatamente o que eu precisava.

Foram vivendo estas experiências que eu me descobri como cidadã do mundo.

Depois de 9 meses na terra dos cangurus voltei a realidade, retornei ao Brasil, achei um emprego e trabalhava para viajar. Até que tudo isso foi maior do que eu e eu parti.

Sydney – Opera House
Share.

About Author

Leave A Reply